Rota 2030: SENAI e indústria automotiva investem na modernização do setor

Desde o ano passado, R$ 88 milhões foram destinados para pesquisas, inovação e capacitação pelo programa Alavancagem de Alianças para o setor Automotivo.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) apresentou no dia 19/05/2021, os resultados do primeiro ano de trabalho do programa Rota 2030, bem como as oportunidades disponíveis para o setor automotivo. Coordenado pelo SENAI, o programa Prioritário Alavancagem de Alianças para o Setor Automotivo atua em três linhas de trabalho: desenvolvimento de competências, incremento de produtividade da cadeia e aumento de recursos para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

O programa já disponibilizou R$ 88 milhões para projetos e tem o desafio de ampliar a inserção global da indústria automotiva brasileira. O programa Rota 2030 é parte da estratégia elaborada pelo governo federal para desenvolvimento do setor automotivo. O Brasil tem capacidade de oferecer ao mundo inovação disruptiva no setor automotivo, a partir do programa Rota 2030, avalia o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi.

A proposta é que este movimento de inserção global seja progressivo, permitindo que ao final da vigência do programa o país esteja inteiramente inserido na produção global de veículos automotores. Na linha de desenvolvimento de competências, o SENAI criou um MBI (Master in Business Innovation) em Indústria Avançada: Automotiva 4.0, com metodologia inovadora desenvolvida com foco no incremento da produtividade da cadeia, a partir da relação com as montadoras, onde os alunos são agentes ativos, desenvolvendo práticas reais que geram resultados para o setor.

São oferecidas também oficinas com o objetivo de promover a atualização profissional de colaboradores, terceirizados e fornecedores da cadeia automotiva, proporcionando um melhor desempenho no exercício do trabalho e o crescimento conjunto do setor. O programa já capacitou 1.510 alunos em oficinas de Industria 4.0, digitalização e produtividade.

Como participar

A Plataforma Inovação para a Indústria está aberta à participação de empresas do setor industrial automotivo de todos os tamanhos, inclusive startups de base tecnológica.

Os projetos podem ser podem ser inscritos em duas categorias: Empreendedorismo industrial por meio de Alianças, onde as propostas devem ser apresentadas por um grupo formado por pelo menos três empresas e um dos 27 Institutos SENAI de Inovação ou na Categoria de Empreendedorismo Industrial por meio de Desafios, onde Indústrias interessadas podem lançar desafios para que Startups possam apresentar soluções para os temas.

Fábrica automotiva
Fábrica automotiva

 

A Plataforma Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Sistema Indústria para financiar o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde na indústria.

Criada em 2004 como Edital SENAI SESI de Inovação, a iniciativa já selecionou mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 817 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI.

Fonte: Portal da Indústria

categoria(s): ,

Luan Saldanha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?