Usando o náilon (nylon) para impressão 3D

O náilon (nylon) é um plástico de engenharia conhecido por sua resistência ao calor, abrasão, fricção e produtos químicos. A microestrutura semicristalina do material oferece uma excelente relação rigidez/flexibilidade e pode ser combinada ou reforçada com outros materiais para melhorar seu desempenho e características.  Por isso, pode ser usado em uma variedade de aplicações em vários setores, de têxteis a caixas de mudança para embalagens de alimentos.

O nylon é um excelente material de impressão 3D, mas existem algumas considerações importantes e dicas de design que você precisa ter em mente para obter os melhores resultados. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre impressão 3D com náilon, dividido por processo de manufatura aditiva.

Filamento de nylon para impressão 3D.
Filamento de nylon para impressão 3D. Fonte: ZMorph.

Náilon (Nylon – PA12) para impressão 3D com Multi-Jet Fusion

A tecnologia HP Multi Jet Fusion (MJF) imprime rapidamente, captura os detalhes mais intrincados do seu design e oferece alta precisão dimensional. Durante esse processo, a impressora MJF distribui uma camada de pó na plataforma de construção da peça. Em seguida, um agente de fusão químico é pulverizado sobre cada nova camada de pó, ajudando o material a absorver a energia da luz infravermelha da impressora e formar a peça final.

MJF Nylon (PA12)
MJF Nylon (PA12). Fonte: Weerg.

 Existem algumas considerações importantes para o náilon (nylon) para impressão 3D com MJF, são elas:

  •  Você terá que projetar sua peça com paredes de pelo menos 1 mm de espessura. No entanto, se você estiver projetando uma dobradiça viva, a espessura mínima da parede deve ser 0,3 mm.
  • A espessura mínima das paredes e a distância mínima entre dois recursos, também conhecida como vão do canal, deve ser de 0,762 mm.
  • Você deve sempre incluir orifícios de escape em seu design para remover o pó de náilon após a impressão.
nailon
Dadas as particularidades do processo seu uso tem grande aplicabilidade em peças de paredes finas.

Além disso, certifique-se de que seu projeto inclua espaço suficiente entre os recursos e evite projetar peças grandes ou planas ao usar náilon para processos de manufatura aditiva em leito de pó. Caso contrário, sua parte final ficará suscetível a empenamento. 

Modelagem de deposição fundida

Embora os compostos à base de náilon sejam mais adequados para processos de manufatura aditiva, com as tecnologias MJF e Sinterização a Laser Seletiva (SLS), você também pode imprimir náilon em 3D usando modelagem por deposição fundida (FDM). Com FDM, os filamentos do material são derretidos e o produto derretido é extrudado através de um bico para a plataforma. A peça é então construída camada por camada.

 Ao imprimir filamentos  em 3D, lembre-se de se atentar aos seguintes pontos:

  • Ao contrário do MJF, você pode precisar incluir estruturas de suporte em seu projeto.
  • O pré-aquecimento da plataforma, o desligamento dos ventiladores de resfriamento da impressora ou o uso de uma impressora com câmara aquecida ou gabinete podem minimizar o empenamento.
  • A impressora precisa ter uma extremidade quente totalmente metálica capaz de suportar temperaturas acima de 250° C e uma base que pode chegar a 65° C.

Além disso, o náilon absorve muita umidade do ar, o que pode causar má adesão da camada, aspereza da superfície, pequenos orifícios e bolhas. Etapas especiais devem ser tomadas para manter o material de náilon livre de umidade a fim de evitar esses problemas garantindo uma maior qualidade para a peça.

Conclusão

Manter em mente essas dicas a respeito do uso do material e aplicar as considerações feitas sobre o design do mesmo  pode ajudá-lo a criar peças funcionais de náilon impressas em 3D. Se você planeja usar este material em seu próximo projeto de impressão 3D,  para conhecer mais sobre o processo e saber como utiliza-lo em sua empresa leia a matéria completa no site.

Para continuar por dentro das principais novidades do mundo da impressão 3D acesse o nosso site.

categoria(s):

Marcus Figueiredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?