//Comparativo das Ferramentarias: Brasil x Alemanha x Portugal x EUA
Ferramentaria.

Comparativo das Ferramentarias: Brasil x Alemanha x Portugal x EUA

O tempo de entrega de moldes e matrizes, é um dos indicadores que as ferramentarias nacionais tem uma concorrência acirrada com o mercado de ferramentarias estrangeiras, principalmente com as ferramentarias de origem asiática.

No Brasil, em 90% dos casos, as empresas que necessitam de moldes e matrizes de alta tecnologia, com sofisticados sistemas de injeção e projeto fazem aquisição de produtos importados.

Além das questões técnicas e tecnológicas, o custo e o prazo de entrega dos moldes são os principais diferenciais estratégicos apresentados pelas ferramentarias estrangeiras.

4 principais fabricantes de moldes à nível mundial (segundo a ISTMA)

País Market Share

  • China: 34,3%
  • EUA: 29,8%
  • Japão: 15,2%
  • Alemanha: 7,7%

Fonte: ISTMA

Os clientes das ferramentarias, avaliam vários fatores para tomar uma decisão de compra, dentre eles: qualidade, custo e prazo de entrega. Sendo que o prazo de entrega, tem um impacto muito grande na tomada da decisão para o fechamento do negócio com as empresas.

O lead time ou o prazo de entrega de um molde pode variar conforme as complexidades do projeto e a quantidade de horas gastas para o seu desenvolvimento.

Os moldes de injeção podem ser classificados conforme sua complexidade

Moldes de baixa complexidade: Moldes de simples abertura e fechamento, sem mecanismos e articulações.

Moldes de média complexidade: Moldes que possuem mecanismos (articulações) simples, acionados com o movimento de abertura e fechamento do molde (mecanicamente).

Moldes de alta complexidade: Moldes que possuem mecanismos acionados hidraulicamente ou necessitam de uma terceira abertura do molde para realizar o movimento da articulação.

Ferramentaria.
Os moldes podem ser fabricadas utilizando diversas técnicas.

O tempo de entrega de um molde e matriz pode apresentar diversas variáveis, podendo aumentar ou diminuir o seu tempo de fabricação. Algumas destas variáveis são:

  • O prazo de entrega varia conforme a complexidade do molde de injeção;
  • A comunicação entre as ferramentarias e seus clientes, quando o molde é importado pode apresentar dificuldades na comunicação;
  • A aplicação de tecnologias avançadas e softwares específicos;
  • Conhecimento técnico dos profissionais;
  • Burocracias de importação e exportação;
  • Entre outras variáveis.

Perfil das ferramentarias no Brasil

  • No Brasil temos aproximadamente 2.000 ferramentarias;
  • Cerca de 90% das ferramentarias tem menos de 20 profissionais;
  • ABINFER (Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais) é a associação de fabricantes de moldes brasileira;
  • As ferramentarias estão concentradas nas regiões sudeste e sul do Brasil, tendo como destaque os seguintes Estados: SP, SC, RS, MG, PR e RJ;
  • O segmento é diversificado e complexo;
  • Alto custo da mão de obra especializada e falta capacitação;
  • Utilização da rede SENAI para capacitação;
  • Apesar de ter em alguns casos produção artesanal, apresenta boa qualidade;
  • O lead time é longo, comparado aos concorrentes;
  • Falta maturidade na aplicação de algumas tecnologias utilizadas no setor;
  • Não há uma política governamental específica para o setor;
  • O Brasil importa cerca de 50% das necessidades de moldes;
  • Os maiores concorrentes são os players da Ásia.

Perfil das ferramentarias na Alemanha

  • A Alemanha possui cerca de 5.000 ferramentarias;
  • Cerca de 80% das ferramentarias da Alemanha tem menos de 20 funcionários;
  • A associação dos fabricantes de moldes é a VDWF (Association of German Tool and Mold Makers);
  • Na Alemanha elas não se concentram em uma determinada região do país;
  • Apresentam competência em design, alto nível de qualidade, desenvolve cooperação com clientes;
  • Profissionais qualificados;
  • Possui uma ótima rede de pesquisa e de desenvolvimento;
  • Os salários de seus profissionais são considerados altos, bem como os custos com treinamentos;
  • Os maiores concorrentes são do leste europeu e asiáticos.

Perfil das ferramentarias em Portugal

  • Portugal tem em torno de 300 ferramentarias e 90% da sua produção é para o mercado de exportação;
  • Cerca de 90% da ferramentarias tem em média 20 funcionários;
  • A Cefamol é a associação que representa as empresas fabricantes de moldes em Portugal;
  • Concentram-se na região norte do país: Marinha Grande e Oliveira de Azeméis;
  • Atua em diversos segmentos e apresenta boa qualidade no desenvolvimento de seus produtos;
  • O prazo de entrega é considerado bom;
  • São realizados altos investimentos em tecnologia;
  • Possui centros específicos de formação de profissionais na área de ferramentarias;
  • Posicionamento estratégico tendo acesso ao mercado da comunidade europeia;
  • Seus maiores concorrentes são: Ásia e o Leste europeu.

Perfil das ferramentarias dos Estados Unidos 

  • Os EUA tem aproximadamente cerca de 7.000 ferramentarias;
  • Cerca de 90% das ferramentarias tem menos de 50 funcionários;
  • A associação de fabricantes de moldes é a NTMA (National Tooling and Machines Association);
  • Existe uma grande concentração nos seguintes Estados: Michigan, Illinois, Ohio, Califórnia, Pensilvânia, Indiana e Wisconsin;
  • Apresenta uma alta qualidade aliado ao design, tecnologias inovadoras e capacidade de fabricar diversos tipos de produtos;
  • Os salários e o custo dos treinamentos são considerados altos;
  • O governo federal e estadual tem programas que incentiva a competitividade do setor;
  • A maior concorrência é com os países asiáticos, a China ocupou a colocação dos americanos de maior fabricante de moldes à nível mundial.

Comprar moldes no Brasil

Um molde adquirido no mercado exterior, pode chegar em média 30% mais barato do que os ofertados pelo mercado nacional e o tempo de entrega de moldes e matrizes é bem inferior das ferramentarias brasileiras.

Ferramentarias.
Custos da compra no Brasil.

Esta grande diferença de valor é referente ao que chamamos de custo Brasil. Pensando em redução de custos, não necessariamente um produto importado pode ser mais barato, outros custos envolvidos na sua aquisição podem gerar custos adicionais. Para essa aquisição é importante levar em consideração as seguintes observações:

  • Os moldes importados requerem um número maior de manutenções, podendo ser por diversos motivos e acarreta um custo adicional na aquisição do molde importado;
  • A dificuldade com o idioma estrangeiro e as grandes distâncias entre os países pode acarretar em outros custos com viagens e alterações nos projetos;
  • Dificuldades da realização de tryouts pode gerar alterações no projeto e aumento dos custos, quando os moldes são importados;
  • Com a aquisição de moldes nacionais as empresas estão incentivando o crescimento do setor de ferramentarias;
  • Com a aquisição de moldes nacionais não terá preocupações com a burocracia de importação de produtos;
  • Avaliar os incentivos que alguns Estados oferecem na aquisição de moldes nacional;
  • As ferramentarias nacionais tem como exigência ter um profissional responsável técnico habilitado no CREA, o que consequentemente gera uma maior confiabilidade para o cliente, mas os valores desses custos são repassados para os projetos. Enquanto isso, as ferramentarias estrangeiras não têm esta obrigação técnica.

Apesar das dificuldades encontradas pelo país para ter uma maior estabilidade econômica, que gera rendas e empregos, as grandes empresas continuam investindo e operando no Brasil.

Com essas perspectivas, o segmento de ferramentarias tem um grande desafio para atender todas essas demandas, e necessita otimizar o tempo de entrega de moldes e matrizes a seus clientes. Para isso será necessário investimentos em equipamentos e capacitação técnica além do desenvolvimento de políticas de incentivos para o setor. Para conhecer mais sobre o setor e suas perspectivas leia a matéria completa no site.

Para continuar aprendendo sobre o mundo da manufatura leia nosso site.