Produção de veículos: sem fábricas paradas em agosto, a produção de veículos supera a de 2021

A produção de veículos em agosto atingiu seu melhor resultado de 2022, com 238 mil unidades, alta de 8,7% sobre julho e de 43,9% sobre agosto de 2021, segundo dados divulgados pela Anfavea, na sexta-feira passada.

De acordo com a entidade, pela primeira vez o volume acumulado do ano superou o do mesmo período do ano anterior: 1,549 milhão, contra 1.479 milhão, com crescimento de 4,7%.

“Em agosto, pela primeira vez em um ano e meio, conseguimos operar sem nenhuma fábrica completamente parada. O fluxo de semicondutores finalmente começa a melhorar, embora ainda estejamos passando por um período de restrições de oferta”, comemorou o presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite.

veiculos
Fonte:(https://www.usinagem-brasil.com.br)

O balanço mensal da entidade apresentou outros números animadores. As vendas em agosto totalizaram 209 mil unidades, melhor resultado dos últimos 19 meses. Foi a primeira vez no ano que esse indicador superou a barreira das 200 mil unidades. A média diária de 9,1 mil emplacamentos também foi a melhor do ano.

Cresce a produção de veículos agrícolas

 

A entidade destacou os resultados obtidos no segmento de ônibus, com 20 mil unidades produzidas no ano, 50% a mais do que nos oito primeiros meses de 2021. Também chamaram a atenção as máquinas agrícolas, que continuam com desempenho relevante de vendas, e sobretudo as máquinas rodoviárias, com o melhor resultado histórico nos últimos meses.

Outro destaque segundo a entidade foi a exportação, que vem mantendo forte viés de alta. As quase 47 mil unidades enviadas a outros mercados representaram elevação de 11,7% sobre junho e de 59% sobre agosto de 2021. No acumulado do ano, o volume de 335 mil veículos exportados supera com folga o dos anos anteriores, inclusive o de 2019, último ano antes da pandemia.

veiculos
Além das vendas para o mercado interno, também, cresceram as vendas para os mercados externos.

Da mesma forma, as vendas de máquinas autopropulsadas vêm num patamar bastante elevado. Em julho (último dado apurado) foram 9.130 unidades vendidas, ligeira queda de 3,4% sobre junho, mas com alta de 16,4% sobre julho de 2021. No acumulado do ano, o total de 59 mil máquinas agrícolas e rodoviárias vendidas supera em 26,5% o volume dos primeiros sete meses do ano anterior. Destaque para as máquinas rodoviárias, que em junho e julho tiveram os melhores resultados da história, em consequência dos elevados investimentos em infraestrutura. São boas perspectivas para o setor, para saber mais acesse o site.

Para continuar por dentro das principais notícias do mundo da indústria acesse o nosso site.

categoria(s): ,

Marcus Figueiredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?