Projetistas de moldes de injeção plástica estão em falta no mercado brasileiro

Com o mercado brasileiro enfrentando uma grande crise econômica, as oportunidades para indústria reduziram bastante. Contudo, existem áreas com vagas de sobra, necessitando de profissionais qualificados, como é o caso da área de Projetos de Moldes de injeção plástica.

O mercado de injeção plástica para o projetista de moldes

Para as empresas se tornarem competitivas é necessário investir em capacitação e no desenvolvimento de novos profissionais.

Neste cenário, com a falta de profissionais qualificados, ainda temos diversos problemas para os desenvolvedores de moldes de injeção nacional que são:

  • A concorrência com o mercado internacional, principalmente a China;
  • A falta de profissionais especializados no segmento;
  • O tempo de entrega dos moldes para seus clientes.

O profissional que atua ou pretende ingressar na área de Projetos de Moldes de injeção e estampo, necessita se atualizar constantemente. Com o advento da tecnologia, diversas novas habilidadessão requeridas como pré-requisitos.

Mas não é suficiente apenas conhecer softwares CAD/CAM específicos de Projetos de Moldes ou desenhos técnicos. É preciso saber lidar com diversas situações de pressão, que é o ambiente industrial, no que diz respeito a prazo, qualidade e custo.

No departamento de desenvolvimento de Projetos de Moldes temos geralmente os seguintes profissionais: gerente de projetos, supervisor de projetos, engenheiros, projetistas de moldes e desenhistas.

Conforme a experiência aumenta, as chances de crescimento da carreira são maiores e os assuntos referentes a gestão do departamento irão ganhando importância e o profissional deve se capacitar.

O projetista de moldes tem como responsabilidade de desenvolver projetos para fabricação de moldes e estampo, conforme normas técnicas e atender aos requisitos dos clientes.

Nessas atividades estão inseridas as definições das etapas dos processos, o levantamento de materiais e o custo.

A qualificação necessária para entrar no segmento de moldes de injeção

O grande diferencial para atuar nesta área é o profissional iniciar se dedicar aos cursos técnicos, podendo ser técnico mecânico, técnico de plásticos e, posteriormente, fazer um curso de graduação superior como engenharia.

Durante o curso técnico, existe a possibilidade de iniciar o desenvolvimento de um estágio no setor da ferramentaria e, após o término do curso técnico, é possível ser efetivado, conforme os resultados obtidos e a disponibilização de vagas.

As empresas contratam estudantes de cursos técnicos que ganham conhecimento e experiência na área. Em geral, segue uma trajetória, que é desde a área de ferramentaria (com desenvolvimento e aplicações de desenhos técnicos e programações CNC) até chegar no departamento de projetos de moldes.

Conforme o profissional vai conquistando experiência e capacitação, necessita desenvolver a área de gestão para chegar a cargos de supervisor e gerente.

O profissional desta área necessita adquirir conhecimentos técnicos práticos e teóricos, existindo atualmente diversas modalidades de ensino, com a possibilidade de estudar presencial ou EaD.

Conhecimentos para atuar na área

Para atuar nesta área é importante que o profissional possua alguns cursos e conhecimentos úteis ao seu dia-a-dia na profissão, são eles:

Projetista de moldes de injeção.
Para seguir na área é importante se desenvolver e adquirir conhecimentos variados.

1-Projetista de Moldes

Vai aprender a desenvolver Projetos de Moldes de injeção plástica que inclui a elaboração do projeto e o desenvolvimento do processo de manufatura com a ferramentaria e a aplicação de softwares CAD/CAM.

Este curso é oferecido pelo Senai: Projetista de Moldes para Injeção de Termoplásticos, em diversas cidades do Brasil.

2-Software específicos CAD/CAM

A FIT Tecnologia, empresa especializada na comercialização de softwares e soluções para engenharia que utiliza tecnologia CAD, CAE, CAM, manufatura aditiva, oferece diversos cursos na área de projetos e programação.

São os seguintes cursos:

  • Cursos de programador CAM (Manufatura Assistida por Computador), tem como objetivo de desenvolver programação de máquinas CNC;
  • Cursos de CAD (Desenho Assistido por Computador) é o desenvolvimento de desenhos técnicos em plataforma computacional;
  • Programador CAM de moldes e matrizes;
  • Projetista de moldes CAD;
  • Programador CAM de tornos CNC;
  • Projetista de estampo CAD;
  • Programador CAM de centro de usinagem CNC;
  • Desenhista projetista CAD;
  • Programador CAM de centro de usinagem de 4 e 5 eixos.

3-Normas regulamentadoras

As normas técnicas são as referências normatizadas que os profissionais se orientam para desenvolver seus produtos, neste caso estamos falando de moldes e estampo e o órgão responsável é a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Essas normas específicas são apresentadas durante o desenvolvimento do curso de técnico mecânico, projetista, entre outros.

Destacamos a NBR 13536, uma norma técnica que faz referência a segurança de máquinas de injeção plástica e de borracha.

Nela apresentam-se os requisitos da interface entre as máquinas injetoras e os seus moldes de injeção e os equipamentos periféricos.

4-Noções do conceito Indústria 4.0

Chamada de quarta revolução industrial, atualmente é o tema mais abordado na área industrial.

A Indústria 4.0 teve origem de um plano estratégico do governo alemão para se aplicar no segmento industrial, que é consiste em utilizar o advento de alta tecnologia com aplicação da internet na indústria.

Dentre todas as etapas da Indústria 4.0, é muito interessante o conceito da manufatura aditiva ou impressão 3D, que pode ser aplicada na área de Projetos de Moldes.

Dessa forma, é possível simular produtos e moldes que anteriormente, com escassez tecnológica, era realizado em forma de prototipagem.

Com o surgimento de novas tecnologias e o avanço da transformação digital, o mercado de trabalho necessita de profissionais que interajam com todas essas inovações tecnológicas.

O mercado de trabalho exigirá do profissional que estará inserido no contexto da Indústria 4.0 um perfil profissional diferenciado, possuindo as seguintes características:

  • Visão sistêmica do processo: Através de aplicativos para o celular, o profissional receberá informações sobre a eficiência do processo produtivo. Caso seja necessário, deverá atuar prontamente para avaliar e realizar intervenções nos equipamentos.

 

  • Flexibilidade: O profissional deverá sempre estar disponível para agregar mais funções nas suas atividades. A indústria 4.0, criou várias funções em cargos tradicionalmente já conhecidos.

 

  • Formação multidisciplinar: Além das recomendações citadas anteriormente de capacitação, o profissional da indústria 4.0 deverá ter amplo conhecimento de tecnologia, automação, e noções de sistemas de segurança da informação.

 

  • Capacidade de analisar grande volumes de informações: Através do Big Data, o profissional deverá coletar e analisar uma grande quantidade de informações para tomadas de decisões.

 

  • Relacionamento interpessoal: Esta habilidade continua sendo muito importante, o profissional deverá estabelecer contatos com diversos departamentos da indústria.

 

Seja trabalhando em grupos, liderando equipes multidisciplinares e aproveitando das ferramentas tecnológicas que facilitará a comunicação.

Com essas informações de capacitação sugeridas, o profissional que pretende ou já está atuando no segmento de Projetos de Moldes e estampos, avaliará e decidirá quais os formatos de capacitação que estão disponíveis atendem as suas necessidades.

O mercado de trabalho, está bem competitivo e o profissional que busca capacitação na sua área de atuação, tem mais chance de ser contratado como Projetista de Moldes.

O segmento de Projetos de Moldes e Estampos necessita de profissionais qualificados e estará aquecido nos próximos anos em decorrência de investimentos no setor. Para conhecer mais sobre essa oportunidade leia a matéria completa.

Para aproveitar essa oportunidade aprimore seu conhecimento sobre o mundo da manufatura, leia nosso site.

categoria(s):

Marcus Figueiredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?